Acre poderá ter scanner móvel contra o cirme

SCANNEREMBREVE

O secretário de Segurança Pública do Acre, Reni Graebner, há algum tempo solicitou à Secretaria da Fazenda a liberação de recursos para aquisição de um scanner móvel que funciona como um raio x nas rodovias. A máquina custa não menos que R$3 milhões e é de fabricação americana. Com ele, é possível encontrar todo tipo de produto que não tenha compatibilidade com a massa do veículo. “Já solicitamos à Sefaz porque ajuda a combater também os crimes fazendários. Se não for possível, a ajuda informada pelo ministro [José Cardozo, da Justiça] será muito bem vinda e de grande valia”, disse Graebner.

O equipamento, que funciona mesmo com os veículos vistoriados em movimento,  foi mostrado pela primeiro neste domingo, 3, pelo programa Fantástico, da Rede Globo e como resultado de seu uso milhões de reais em drogas, veículos e produtos contrabandeados já foram resgatados pelas policiais Federal, Civil, Militar e Rodoviária Federal em ao menos dois importantes pontos da fronteira internacional brasileira –no Paraná e no Mato Grosso do Sul.

Trata-se de uma máquina importada, valiosa e poderosa na identificação dos traficantes que usam as rodovias como corredor do tráfico nacional e  internacional de drogas.  No Mato Grosso do Sul, o balanço da PRF indica que neste ano mais de  30 toneladas de maconha e uma de cocaína foram tiradas de circulação com o uso do scanner.  Várias pessoas foram presas ou interceptadas de uma possível situação análoga ao trabalho escravo.  A Policia Rodoviária Federal do Acre também aguarda a chegada de um scanner móvel.

Comentários