Agricultor de 50 anos é indiciado por abusar de 8 filhas no Alto Acre

Raimundo da Silva foi indiciado criminalmente pelo delegado Sérgio Lopes de Souza, da Delegacia Geral de Polícia de Epitaciolândia.

Imagem ilustrativa: Foto: Internet
Imagem ilustrativa: Foto: Internet

“Não sou otário para plantar uma bananeira e não comer o primeiro cacho”. Foi exatamente com essa frase que o agricultor Raimundo Roque da Silva (50), no final de semana, justificou o abuso sexual com as oito filhas. O agricultor foi encaminhado à Unidade de Recuperação Social Francisco d’Oliveira Conde. Ele conversou rapidamente com a imprensa.

Raimundo da Silva foi indiciado criminalmente pelo delegado Sérgio Lopes de Souza, da Delegacia Geral de Polícia de Epitaciolândia. Segundo a polícia, ele abusou sexualmente de oito filhas com as quais teria mantido relação sexual sob ameaças.

Raimundo Roque da Silva morava numa colocação de um seringal distante 10 horas da sede do município de Assis Brasil, fronteira com Peru e Bolívia. Devido ao isolamento, além da mulher, mantinha relacionamento íntimo com todas as oito filhas, violentadas uma a uma.

O fato chegou ao conhecimento da Polícia Civil de Assis Brasil,que, devido à distância e ao difícil acesso ao local da ocorrência, somente recentemente conseguiu chegar à casa de Raimundo Roque e confirmar a veracidade da informação.

Em depoimento, Raimundo Roque confirmou que tinha relacionamento íntimo com as filhas, que, no entanto, tudo era feito “de livre e espontânea vontade”. Com a prisão preventiva decretada pela Justiça, o acusado foi conduzido no sábado à prisão, por integrantes do Grupo de Escolta da Polícia Civil, quando manteve contato com a imprensa.

Fonte: A Tribuna

Comentários