Aluizio Bezerra foi o 1º político a lutar pelos Soldados da Borracha no Acre

Aluizio-BezerraAo contrário do que muitos pensam, o ex-senador pelo Acre Aluizio Bezerra foi o primeiro autor das emendas à Constituição de 1988 que consagraram a aposentadoria do Soldado da Borracha.

Em trecho extraído da obra literária publicada pelo Senado “Soldado da Borracha”. Aluizio é citado como o então jovem advogado que levantou a bandeira da causa.

“Na sua primeira campanha pra Deputado Federal, o jovem advogado Aluízio Bezerra, filho de seringueiro, levantou como uma de suas principais bandeiras, a luta pela aposentadoria do Soldado da Borracha”, revela a publicação.

Na época, a proposta inicial, para a aposentadoria dos Soldados da Borracha, foi de três salários mínimos, mas a condição para aprovar foi reduzir para dois salários e ter o apoio de todos os deputados e Senadores Constituintes, onde Genoíno, líder do PT à ocasião, opunha-se, até mesmo, com ironias: “Soldados da Borracha?”

“Desconhecia a classe dos Soldados da Borracha que tanta riqueza produziu para o Brasil, nas piores condições de trabalho do mundo, quase em regime de escravidão. Aliás, a maior dificuldade foi levar ao conhecimento nacional a existência do Soldado da Borracha por um Senador Constituinte, filho de um Soldado da Borracha. Vincular o salário do Soldado da Borracha ao salário mínimo foi para ter a forca da Confederação dos trabalhadores nacionais, pois o governo é obrigado todo ano a ajustar o salário mínimo , consequentemente leva o aumento ao salário do Soldado da Borracha . As aposentadorias menores que não tem vinculação com o salário mínimo vão se desvalorizando até praticamente acabarem, como acontece com grande parte do funcionários públicos”, declarou Aluízio Bezerra.

“Esses políticos atuais não reconhecem isso e nunca terão o conhecimento e a cultura política e jurídica do Aluízio pra debater questões maiores.”, falou Albélia Bezerra, irmã de Aluízio.

SOBRE ALUIZIO BEZERRA

Ex-Senador Constituinte (1988), pelo Partido do Movimento Democrático do Acre (PMDB), Aluízio Bezerra de Oliveira, comemorou 73 anos de vida em 2013.

Bezerra é acreano, natural de Cruzeiro do Sul, funcionário concursado da Câmara dos Deputados, foi deputado federal com três mandatos, Senador Constituinte, e prefeito da cidade onde nasceu em Cruzeiro do Sul, em 1997.

O ex-prefeito acreano tem permanecido em Brasília (DF), onde se reabilita das dificuldades motoras provenientes de AVC (Acidente Vascular Cerebral), sofrido em 2006. Apesar da gravidade à ocasião, o AVC não deixou nenhuma sequela, ou comprometimento intelectual.

Bezerra, que é autor de várias publicações, é casado com Zila Bezerra, que também foi prefeita da segunda maior cidade acreana (Cruzeiro do Sul), e deputada federal.

Comentários