Aníbal Diniz e Jorge Viana conhecem agroindústria de suínos em Brasiléia

Industira_de_Suinos

Os senadores Aníbal Diniz e Jorge Viana conheceram na manhã desta segunda-feira, 15, a Agroindústria Dom Porquito S.A., uma empresa que está instalada no Acre, em Brasileia, há cerca de um ano e atua na criação e abate de suínos. Os parlamentares visitaram as instalações da empresa e conheceram os planos do empresário Paulo Eduardo Santoyo, proprietário da Dom Porquito, para a ampliação do empreendimento que deve gerar mais de 350 empregos diretos quando estiver concluído.

Os senadores estavam acompanhados pelo ex-prefeito de Rio Branco, Raimundo Angelim e pelo publicitário Gilberto Braga, da Cia de Selva.

Atualmente, a Dom Porquito abate cerca de 100 suínos por semana. Com a ampliação, a meta será a de abater mais de 800 animais por dia. Quando essa meta for atingida, a Dom Porquito será considerada uma agroindústria de porte médio em comparação com as demais do país.

“Temos aqui o que há de mais moderno no que diz respeito à tecnologia de reprodução, engorda e abate de suínos”, afirma Paulo Santoyo. “Com a ampliação, vamos empregar tecnologia mais avançada ainda e vamos estar equiparados aos padrões exigidos pela Comunidade Europeia e pelo mercado consumidor dos Estados Unidos”, completou.

O senador Aníbal Diniz declarou que o Acre tem ganhado muito com a chegada de empreendimentos como a Dom Porquito. Ele explica que o Estado vem recebendo tecnologias que ampliam a capacidade produtiva e aumentam a qualidade dos produtos que chegam à mesa dos acreanos. “É preciso lembrar, também, que empreendimentos como esse trazem grandes mudanças nas cidades, que ganham com a geração de emprego, incremento da economia local e desenvolvimento de uma agroindústria que transforma a realidade do homem do campo”, afirmou.

Jorge Viana lembrou que o governo do Estado é o principal parceiro de Santoyo no empreendimento. De acordo com ele, foi no seu segundo mandato que a Dom Porquito, como também o abatedouro de frangos Acreaves, que também está instalada em Brasileia, começou a sair do papel.

“Começamos a discutir a instalação de empresas lá atrás. No governo do Binho [Marques] elas começaram a se consolidar e hoje são realidade no governo de Tião Viana”, revelou o senador.

Comentários