Aníbal reafirma compromisso do governo federal e do Acre pela conclusão da BR-364

Tatiana Campos e Lamlid Nobre

O compromisso assumido pelo Ministro dos Transportes, César Borges com o governador Tião Viana pela pavimentação do último trecho da BR 364 e a manutenção da estrada repercutiu no Senado. O senador Aníbal Diniz subiu a tribuna do Senado na última segunda-feira (06) para reafirmar o que ele considera imprescindível: o compromisso conjunto dos governos Estadual e Federal para que a estrada seja finalmente concluída.

Em seu discurso, o senador Aníbal destacou que o governo Federal assumiu também a responsabilidade pela recuperação geral da rodovia (Foto: Waldemir Barreto)
Em seu discurso, o senador Aníbal destacou que o governo Federal assumiu também a responsabilidade pela recuperação geral da rodovia (Foto: Waldemir Barreto)

Ocupo hoje esta tribuna para informar, com orgulho, com profundo reconhecimento e com alegria que, graças aos esforços conjuntos dos governos e à ação também coordenada e parceira da nossa bancada parlamentar, as obras da BR-364 foram retomadas para a conclusão do último trecho que falta para ligar definitivamente o Vale do Juruá ao Vale do Acre”, disse.

Durante a solenidade de retomada das obras da BR-364, realizada na última sexta-feira, 3, próximo ao município de Feijó, com a presença do governador Tião Viana e do ministro César Borges, e do diretor geral do Dnit, general Jorge Fraxe, o senador Aníbal disse em seu discurso que falaria da importância da estrada e da pavimentação asfáltica do trecho de 43 quilômetros restantes, além do compromisso e da parceria do Governo Federal com o governo do estado na tribuna do senado.

A conclusão da BR-364 é o sonho de integração de todo o Acre (Foto: Arquivo Secom)
A conclusão da BR-364 é o sonho de integração de todo o Acre (Foto: Arquivo Secom)

Em seu discurso, o senador Aníbal destacou que o governo Federal assumiu também a responsabilidade pela recuperação geral de toda a extensão já concluída, em alguns trechos que foram executados há mais de dez anos e que precisam de reparos urgentes. Até então o governo do estado, através do Departamento de Estradas e Rodagens do Acre (Deracre) vinha dando manutenção em todos os trechos da estrada para garantir a trafegabilidade da estrada mesmo no período invernoso.

“Trata-se, sem dúvida, de uma conquista histórica para toda a população dos Municípios de Sena Madureira, Manoel Urbano, Feijó, Tarauacá, Rodrigues Alves, Mâncio Lima, Cruzeiro do Sul, que são municípios que dependem diretamente da trafegabilidade da BR-364 para o seu abastecimento”, assinalou.

Aníbal lembrou ainda os esforços despendidos pelos ex-governadores Jorge Viana e Binho Marques e que foram continuados pelo governador Tião Viana que, como ele frisou, teve a ousadia de manter a estrada trafegável o ano todo, a partir de 2011.

“Desde 1999, em todos os anos, o Deracre garantia a reabertura da estrada no início de cada verão. No entanto, a estrada ficava intrafegável após as primeiras chuvas do inverno, quando então era fechada ao tráfego. O governador Tião Viana teve a ousadia e a coragem de tomar a decisão de manter a estrada aberta no período de chuvas”, lembrou destacando que nos últimos 14 anos foram investidos cerca de R$1,2 bilhão na rodovia.

“Com esses recursos, religiosamente bem investidos e a população do Acre é testemunha do quanto de trabalho tem sido executado na BR-364 ao longo desses anos, foram construídas nada menos do que 55 pontes e foi pavimentada a maior parte dos trechos. Agora, partimos para a integração completa”, disse o senador

Trecho desafiador e dispendioso – Aníbal lembrou que o trecho compreendido entre os municípios de Manoel Urbano e Feijó, justamente o que falta para que a estrada seja concluída, é o que apresenta os maiores desafios para sua execução porque o solo nele existente é formado por uma tabatinga, que é um solo extremamente ruim e impróprio para permitir a pavimentação e, por isso, tem que ser removido e substituído por outro. “Por consequência, a sua reposição impõe um trabalho extremamente demorado e dispendioso”, destacou informando que com a retomada das obras, a partir de agora, será feita a pavimentação do trecho de 24 km entre Manoel Urbano e Feijó e de outro de 19 km entre Tarauacá e o Rio Gregório.

Segundo relatou Aníbal, ainda em plenário, os demais trechos que foram executados em diferentes momentos, ao longo dos últimos doze anos, vão receber reparos por meio da parceria firmada.

Por fim, ao relatar a agenda cumprida pelo ministro e pelo diretor do Dnit no Acre, junto com o governador Tião Viana, o senador Aníbal Diniz disse que a população acreana está muito grata e confiante de que, mesmo com os desafios, a obra será concluída.

 

Comentários