Assis Brasil sedia 1º Workshop Internacional sobre doenças tropicais na região andino-amazônica

20130611_110649

Acontece durante os dias 11 a 14 de Junho o I Workshop que tem como tema: “Análise das implicações eco-geo-políticas da migração transfronteiriça sobre a dinâmica de transmissão das doenças tropicais transmitidas por vetores na região andino-amazônica”.

O evento iniciou aos 11 dias do mês de Junho, na sede do Núcleo da UFAC em Assis Brasil e conta com a presença de diversas autoridades, entre elas o Gestor Municipal Humberto Gonçalves Filho, o Dr. Manoel Cesário da Universidade de Franca, o Dr. Jorge Luis Asencios Rivera, Diretor da Regional de Saúde de Madre de Dios-Perú, o Dr. Ciro Maguiña, Doutor pela Universidade Peruana Cayetano Heredia de Lima, o Dr. Marco Tulio A. Garcia-Zapata da Universidade de Goiás, a Senhora Christine Murto, PhD pela Universidade da Suíça, entre outros.

No início do evento o gestor municipal agradeceu a presença de todos e enfatizou: “Este evento é um marco na história dos índices epidemiológicos de Assis Brasil. Sabemos que os vetores não têm fronteiras e para isso precisamos debater junto com as autoridades estrangeiras para chegarmos a um consenso e saber como devemos analisar as amostras laboratoriais, o resultado dos diagnósticos e como o tratamento deve ser instituído para que todos possam gozar da adequada promoção, prevenção e na recuperação da saúde se for o caso”.

De acordo com o Dr. Manoel Cesário a pesquisa sobre a transmissão das doenças tropicais na região de Madre de Dios já acontece desde o ano de 2008, e esta é a primeira vez que há o comprometimento do Poder Executivo de Assis Brasil e uma participação expressiva dos profissionais de saúde deste município.

A Diretora do Departamento de Vigilância em Saúde de Assis Brasil, Valéria Moraes relatou nesta entrevista que desde o início do ano já foram notificados 10 casos de Leishmaniose Tegumentar Americana, 03 casos de Malária e 133 casos de Dengue no município, todas as pessoas afetadas por essas doenças receberam o devido tratamento e o acompanhamento dos casos, e disse ainda que com o Workshop será possível entender como é realizado o processo de saúde dos vizinhos peruanos para que juntos possamos lançar ações para evitar a proliferação dos vetores.

O evento continuará até a sexta feira dia 14 e será encerrado com agradecimentos e a entrega de diploma pelas universidades conveniadas.

Comentários