Autoridades lutam pela permanência do 10º Comando da PM em Brasiléia

Vereadores, prefeito e seu vice, se reuniram com comandante para iniciar conversações

Alexandre Lima

Capitão Rômulo, comdante do 10º Comando da PM loclaizado em Brasiléia, foi convidado para falar sobre a eventual mudança - Foto: Alexandre Lima
Capitão Rômulo, comandante do 10º Comando da PM loclaizado em Brasiléia, foi convidado para falar sobre a eventual mudança – Foto: Alexandre Lima

O anuncio da possível transferência do 10º Comando da Polícia Militar existente a décadas na cidade de Brasiléia, para a cidade vizinha de Epitaciolândia, pegou de surpresa moradores e autoridades após a publicação da notícia onde contou com a presença do subcomandante e outros oficiais de Rio Branco, para visitar o possível novo local.

Com essa notícia, vereadores de Brasiléia chegaram a debater o assunto durante a sessão de segunda-feira, dia 18, onde demonstraram a surpresa e descontentamento sobre o fato da mudança. Compartilhando do pensamento, o prefeito convidou o atual comandante do 10º Batalhão, Capitão Rômulo, para melhor falar sobre o assunto em seu gabinete.

Segundo o Capitão, a catástrofe natural ocorrido a um ano atrás, fez que um projeto onde envolve a implementação da Estratégia Nacional de Segurança nas Fronteiras (Enafron) do Ministério da Justiça, nas fronteiras do Acre, com a participação da Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça (Senasp/MJ) e o Estado do Acre, fosse acelerado.

O projeto será a construção, além do fortalecimento com mais homens, de um posto avançado na entrada da cidade de Epitaciolândia, onde terá toda uma estrutura de fiscalização com auxilio de câmeras espalhadas pelos comércios das duas cidades, juntamente com às pontes 24 horas.

Assim, provavelmente seria necessário a transferência do Comando, ficando na cidade de Brasiléia, apenas uma companhia no atual prédio próximo ao Ministério Público, oferecendo o mesmo serviço aos munícipes. Portanto, o continuará com a mesma segurança.

Os vereadores e prefeito questionaram a mudança caso aconteça, lembrando que Brasiléia irá ter grandes investimentos, como a construção do Polo da Ufac, instalação da Zona Franca, Parque Industrial, novo aeroporto, além de outros investimentos relacionados ao desenvolvimento em conjunto com o Peru através da Estrada do Pacífico.

O presidente da Câmara, Mário Jorge, juntamente com cinco vereadores, expressou a preocupação da mudança e irá sugerir criar uma comissão de vereadores para irem à Rio Branco, conversar com o comandante geral da PM para encontrar uma solução viável que não possa prejudicar o Município de Brasiléia.

Capitão Rômulo, comandante do 10º Comando da PM loclaizado em Brasiléia, foi convidado para falar sobre a eventual mudança - Foto: Alexandre Lima
Capitão Rômulo, comandante do 10º Comando da PM loclaizado em Brasiléia, foi convidado para falar sobre a eventual mudança – Foto: Alexandre Lima

Veja a vídeo-reportagem com Almir Andrade abaixo.

Comentários