Bairro de Epitaciolândia vira palco de faroeste e deixa moradores assustados

Dois homens foram alvejados por vários tiros de pistola

Alexandre Lima

Adriano Sena foi o que mais foi ferido por cerca de quatro disparos - Foto: celular/cedida
Adriano Sena foi o que mais foi ferido por cerca de quatro disparos – Foto: celular/cedida

O Bairro José Hassem, localizado na cidade de Epitaciolândia, distante cerca de 240 km da capital do Acre na fronteira com a Bolívia, foi palco de uma cena digna de faroeste americano na noite desta quarta-feira, dia 13 de março, deixando um saldo de dois feridos gravemente.

Segundo foi apurado no Boletim de Ocorrências do 10º Comando da Polícia Militar de Brasileia, o Ciosp foi acionado pelo 190 (Emergência) por volta das 20:40, dando conta de um tiroteio em via pública no bairro acima citado, e que havia feridos caídos pelas ruas.

Adriano Sena da Silva (26) e Odilon Prisco (21), haviam parado de moto na Rua 29 de Dezembro, quando foram surpreendidos por dois homens em outra moto que sacaram as armas, e passaram a efetuar vários disparos contra as vítimas, os atingindo várias vezes.

Adriano Sena foi alvejado por cerca de quatro vezes; no braço, perna, abdômen e no glúteo (bunda), após possivelmente ter corrido para se salvar dos tiros. Já Odilon, foi alvejado por duas vezes, no Toráx (peito) e um dos braços. Este foi encontrado na casa da namorada caído no chão sangrando.

Os acusados de terem efetuado os disparos, fugiram tomando rumo ignorado. Após a chegada dos policiais militares, os socorristas foram acionados até o local para que os feridos e ainda vivos, fossem levados ao hospital em Brasiléia, para receber os primeiros socorros.

Devido a gravidade dos ferimentos, as vítimas foram transferidos para a Capital onde receberiam melhor atendimentos e serem cirurgiados na tentativa de retirar os projeteis e salvar suas vidas. A dupla está em observação e o estado clinico é considerado estável.

As autoridades estão investigando o motivo da tentativa de homicídio.  Investigações estão em andamento e a primeira vista, se acredita em acerto de contas entre grupos rivais.

ADriano e Odilon foram transferidos para Rio Branco onde foram operados para retirada dos projéteis - Foto: celular/cedida
Adriano e Odilon foram transferidos para Rio Branco onde foram operados para retirada dos projéteis – Foto: celular/cedida

 

Comentários