Bittar garante R$ 2 mi para aterros sanitários no Alto Acre

Os cinco municípios da região do Alto Acre – Capixaba, Xapuri, Brasília, Epitaciolândia e Assis Brasil – vão dispor de recursos financeiros para criar aterros sanitários, uma exigência da Política Nacional de Resíduos Sólidos estipulada pela Lei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010. Pela legislação, as administrações municipais têm até o próximo ano para implantar suas políticas locais de resíduos sólidos.

Foto: Assessoria
Foto: Assessoria

A boa notícia foi dada nesta terça-feira (12) pelo primeiro secretário da Câmara, deputado Márcio Bittar (PSDB-AC), durante encontro em Brasília com o prefeito de Epitaciolândia, André Hassem (PSDB). Bittar informou a Hassem que destinou uma emenda de R$ 2 milhões de sua autoria para atender a demandas as prefeituras do Alto Acre.

Além de prefeito de Epitaciolândia, André Hassem também presidente do Consórcio de Desenvolvimento do Alto Acre (Condac).  O organismo reúne representantes das cinco prefeituras e atua de forma integrada na defesa dos interesses dos moradores daquela região. A região do Alto Acre conta atualmente com uma população de 62 mil habitantes.

Nesta quarta-feira, André Hassem e o secretário-executivo do Condac, Émerson Leão, terão audiência com o senador Sérgio Petecão (PSD-AC). Eles vão pedir a Petecão que destine mais R$ 2 milhões para a construção dos aterros sanitários. Hassem acredita que até outubro deste ano as obras já estão em pleno vapor.

Comentários