Cachorro atravessa BR 364 e provoca grave acidente com morte de motoqueiro

O trágico ocorrido envolveu quatro veículos e mobilizou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o Corpo de Bombeiros.

Da Redação da Agência ContilNet

Um cachorro que atravessava a BR 364, na altura do km 40, provocou um grave acidente que causou a morte do piloto de uma moto XTZ de placa MZV 4619,cujo corpo ainda não foi identificado, na manhã desta terça-feira (22).

O trágico ocorrido envolveu quatro veículos e mobilizou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o Corpo de Bombeiros.

O acidente envolveu quatro veículos e causou a morte do piloto da motocicleta/Foto: Agência ContilNet
O acidente envolveu quatro veículos e causou a morte do piloto da motocicleta/Foto: Agência ContilNet

 

Informações obtidas junto à Polícia Rodoviária Federal (PRF) dão conta que a moto pilotada pela vítima fatal, o caminhão-baú e o ônibus que transportava servidores do Posto da Tucandeira, vinham no sentido Porto Velho/Rio Branco, no momento em que o animal resolveu atravessar a via.

A moto, sem poder frear, chocou contra o cachorro, provocando a caída do condutor na pista.

O motorista do ônibus, que vinha em seguida, ainda conseguiu desviar da vítima e passar, mas motorista do caminhão-baú, impedido de passar para a outra via e desviar por causa de um outro veículo que trafegava em sentido contrário, acabou atingindo o motociclista.

O impacto da batida deixou os dois veículos caídos no acostamento da via e o condutor da moto foi parar debaixo do caminhão.

Servidores do Posto da Tucandeira que viajavam no ônibus tentaram ajudara vítima, mas o caminhão-baú se incendiou, provocando uma fumaça negra que podia ser avistada desde longe do local do acidente.

Populares afirmaram que o motociclista levava consigo uma caixa deleite. Seu corpo ficou carbonizado e foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).

A outra vítima, o motorista do caminhão-baú, Fabiano Aparecido Maranho,teve um corte na cabeça, mas sua situação é estável, conforme os paramédicos do Samu.

i059000_584

Comentários