Caixa propõe parceria ao município de Brasiléia e sinaliza apoio na realização do carnaval fora de época

WILIANDRO DERZE, assessoria da PMB

Prefeito Everaldo Gomes se reuniu com superintendente do banco na região para analisar parcerias, convênios e apoio na realização de eventos no município - Foto: Assessoria
Prefeito Everaldo Gomes se reuniu com superintendente do banco na região para analisar parcerias, convênios e apoio na realização de eventos no município – Foto: Assessoria

O prefeito de Brasiléia, Everaldo Gomes (PMDB), logo que chegou em Rio Branco depois do encontro de prefeitos em Brasília que ocorreu durante toda essa semana, cumpriu agenda de reuniões com os diretores e o Superintendente Regional da Caixa Econômica Federal na Capital. No decorrer do encontro o apoio ao Carnaval fora de época na cidade ficou quase que acertado.

Acompanhado de secretários, Everaldo procurou obter informações da situação de recursos destinados as obras em execução no município, por meio da Caixa, além de convênios. O superintendente da Caixa, Anacleto Grosbelli tratou de oferecer a ampliação dos serviços do banco ao município e propôs atender a folha de pagamento dos servidores.

Para o prefeito a Caixa detém hoje, as folhas dos servidores da Educação e Saúde. “Vamos aprofundar as conversas com relação a Caixa ficar responsável pela folha de pagamento de 100% dos servidores. Sabemos que o banco dispõe de estrutura e tem demonstrado ser parceiro”, destacou.

O superintendente da Caixa esclareceu que o banco trabalha de forma parceira dos municípios que firmam acordo. “É sempre bom ampliarmos nossas parcerias, assim, podemos apoiar os serviços no município e atender  as prefeituras com projetos e aquisição de programas que são realizados, por meio da Caixa Econômica”, disse Anacleto.

Durante a reunião Anacleto comentou que a Caixa costuma ser parceira na realização de eventos importantes. Nesse momento o Secretário de Finanças do Município de Brasiléia, Jacks Aroldo, lembrou do Carnaval fora de época que acontece no mês de julho.

“Podemos ser parceiro na realização do Carnaval fora de época, temos nossos limites, mas vamos estudar a forma de parceria”, respondeu o superintendente.

O Secretário de Administração do Município, Assis Lopes falou que conversar com os diretores e o superintendente da Caixa, mostra a forma transparente adotada pela política do banco. “Como o prefeito falou, vamos estudar com muita atenção essa parceria e dependendo da viabilidade e comodidade para os funcionários, iremos levar a frente a parceria”, comentou Assis.

Na visão do Procurado Jurídico de Brasiléia, Junior Revollo as condições oferecidas pela Caixa são essenciais. “vamos analisar com a equipe gestora para chegarmos a um denominador comum, e tentar fechar a parceria,”, frisou Revollo.

Comentários