Câmara elege Eduardo Alves presidente e Márcio Bittar 1º Secretário

A Sala Artur da Távola, espaço de reuniões do PSDB na Câmara, ficou lotada antes do início da sessão para eleição da Mesa.

O deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) foi eleito presidente da Câmara nesta segunda-feira (4). O candidato apoiado pelo PSDB recebeu 271 votos de um total de 497.

Ele derrotou os concorrentes Chico Alencar (Psol-RJ), Júlio Delgado(PSB-MG) e Rose de Freitas (PMDB-ES). Além de ser responsável pelo comando da Casa, o presidente pode ocupar a Presidência da República em caso de afastamento do presidente e do vice.

O indicado do PSDB para a primeira Secretaria, deputado Márcio Bittar (AC), se elegeu para o cargo. A escolha respeitou o critério da proporcionalidade. Como têm a terceira maior bancada na Câmara, os tucanos puderam ocupar o posto na Mesa.

Márcio Bittar agradeceu a bancada pelo apoio ao seu nome e destacou a ótima imagem do PSDB perante os deputados de todos os partidos/Foto: Assessoria
Márcio Bittar agradeceu a bancada pelo apoio ao seu nome e destacou a ótima imagem do PSDB perante os deputados de todos os partidos/Foto: Assessoria
O dia começou movimentado no PSDB na Câmara. Antes mesmo da eleição da Mesa Diretora para o biênio 2013-2014, o novo líder do partido na Casa, Carlos Sampaio (SP), convocou a bancada para reiterar o apoio dos tucanos ao princípio da proporcionalidade partidária na eleição).
A Sala Artur da Távola, espaço de reuniões do PSDB na Câmara, ficou lotada antes do início da sessão para eleição da Mesa. O deputado Eduardo Alves compareceu acompanhado dos demais integrantes da chapa formada por indicados pelos partidos.
Márcio Bittar agradeceu a bancada pelo apoio ao seu nome e destacou a ótima imagem do PSDB perante os deputados de todos os partidos. Em janeiro, o tucano falou com 435 parlamentares sobre a eleição da Mesa. Ele também relatou as reuniões envolvendo a indicação do PSDB e o forte apoio ao princípio da proporcionalidade, que reflete o resultado das urnas. “É este que,independentemente de governo e oposição, preserva a todos nós”, resumiu.
Conforme apontou, parlamentares de outras legendas veem o PSDB como cumpridor de acordos políticos e respeitador de princípios. No seu pronunciamento à bancada, apontou ainda alguns dos temas que devem ser debatidos pelo Congresso neste ano, como o pacto federativo e novos critérios para o rateio do Fundo de Participação dos Estados.
A nova Mesa Diretora, segundo ele, pretende colocar em discussão o rodízio de relatorias dos projetos e a adoção do orçamento impositivo.

 

Comentários