Chorão, da banda Charlie Brown Jr., é encontrado morto em São Paulo

Causa da morte do músico de 42 anos não foi divulgada; veja imagens e relembre a trajetória do grupo

Chorão, da banda Charlie Brown Jr., foi encontrado morto na manhã desta quarta-feira (6). Foto: Facebook/Reprodução
Chorão, da banda Charlie Brown Jr., foi encontrado morto na manhã desta quarta-feira (6). Foto: Facebook/Reprodução

O vocalista da banda Charlie Brown Jr., Chorão, foi encontrado morto na madrugada desta quarta-feira (6) em seu apartamento na zona oeste de São Paulo. O músico completaria 43 anos em 9 de abril.

O corpo de Chorão foi encontrado pelo motorista do cantor, que chamou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Quando a ambulância chegou, porém, ele já estava morto. A polícia aguarda a perícia no apartamento do cantor. Ainda não há informações sobre as causas da morte.

Repercussão: Famosos lamentam a morte de Chorão, do Charlie Brown Jr.

O caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O delegado responsável chegou ao prédio por volta das 7h40. Às 7h55, o site oficial da banda estava fora do ar. Nesse mesmo horário, a morte do músico era o assunto mais comentado do Twitter no Brasil e no mundo.

Conhecido como “Chorão” desde jovem, Alexandre Magno Abrão nasceu em São Paulo. Aos 17 anos se mudou para Santos, onde se tornou vocalista do Charlie Brown Jr. Criada em 1992, a banda teve diversas formações e Chorão foi o único a integrar todas elas.


Leia também:

O sucesso veio em 1997, com o lançamento do álbum “Transpiração Contínua Prolongada”. Canções como “Proibida Pra Mim (Grazon)”, “Tudo o que ela Gosta de Escutar”, “Gimme o Anel” e “O Coro Vau Comê!” caem no gosto do público, principalmente jovem, fazendo com que o disco venda 500 mil cópias.

Outros hits da banda são “Te Levar”, “Zóio de Lula”, “Rubão”, “Hoje eu Acordei Feliz”, “Lugar ao Sol”, “Papo Reto (Prazer é Sexo, o Resto é Negócio)”, “Não é Sério”, “Só Por Uma Noite”, entre outras.

A trajetória da banda foi marcada por disputas e brigas entre os integrantes. A mais grave ocorreu em 2005, quando Marcão, Renato, Pelado e Champignon deixaram o grupo alegando divergências musicais. Chorão seguiu em frente com uma nova formação, convocando também Thiago Castanho, que participara dos primeiros álbums.

Em 2011, o guitarrista Marcão e o baixista Champignon voltaram a integrar o Charlie Brown Jr. Mas isso não significaria o fim das polêmicas. Em 2012, durante show em Apucarana (PR), Chorão deu uma bronca pública acusou Champignon de roubar dinheiro do grupo e afirmou que ele deveria “ficar muito grato” por ter sido aceito de volta.

Após ouvir as acusações calado, o baixista deixou o palco sob aplausos e gritos de “arregou”. Dois dias depois, a banda divulgou um vídeo no qual Chorão se desculpou pelo ocorrido, dizendo que o problema que havia entre ele e Champignon estava resolvido. Em seguida, o baixista disse estar arrependido sobre o que falou do vocalista em 2005, ao deixar o grupo.

Comentários