Corte de árvore na BR 317 deixa Brasiléia e Epitaciolândia sem comunicação

    Técnicos da empresa Telemont restabeleceram o sinal após cinco horas - Foto: Alexandre Lima
Técnicos da empresa Telemont restabeleceram o sinal após cinco horas de trabalho – Foto: Alexandre Lima

Às cidades de Brasiléia e Epitaciolândia, localizadas na fronteira do Acre, distantes cerca de 240 km da Capital do Acre, Rio Branco, ficou sem poder se comunicarem com qualquer cidade fora do perímetro urbano.

Fibra rompida pelo galho da árvore - Foto: Alexandre Lima
Fibra rompida pelo galho da árvore – Foto: Alexandre Lima

Somente alguns telefones fixos era possível realizar ligações locais. O ‘apagão’ na fronteira teve início por volta das 15 horas desta sexta-feira, dia 14, e se estendeu pela noite.

Internet, Bancos, restaurantes, mercados, caixas eletrônicos, entre outros serviços, como um simples pagamento, ficaram no ‘escuro’ deixando todos sem saber o que fazer, ou para quem reclamar.

O motivo do novo ‘apagão’ foi uma queimada e corte de árvores localizado  no km 6 da BR 317, sentido Epitaciolândia/Rio Branco. Um dos galhos na hora da queda, atingiu o cabo de fibra ótica ocasionando o interompimento da comunicação.

Somente por volta das 20 horas, o sinal foi restabelecido juntamente com a comunicação em geral.

Técnicos da empresa Telemont restabeleceram o sinal após cinco horas - Foto: Alexandre Lima
Técnicos da empresa Telemont restabeleceram o sinal após cinco horas – Foto: Alexandre Lima

Comentários