Defensores podem entrar em greve nesta quinta-feira, 28

defeOs defensores públicos do Acre podem entrar em greve a partir de quinta-feira, 29, por tempo indeterminado. A manifestação será decidida em assembleia geral amanhã, 27, com a categoria. Os defensores querem pressionar o governo a garantir mais investimentos. Neste ano, a Defensoria Pública do Acre teve redução de 25% no Orçamento.

O órgão, que deveria ter recursos para garantir a defesa das pessoas que não podem pagar um advogado, sofre até com o atraso no pagamento dos aluguéis de todos os imóveis utilizados para atender a população.

Em Cruzeiro do Sul, a defensoria fechou as portas por tempo indeterminado pela falta de condições de oferecer atendimento à população. Lá, o órgão prestava atendimento a quatro municípios com apenas uma defensora.

O presidente da Associação dos Defensores Públicos do Acre, Celso Rodrigues, diz que a falta de profissionais resulta na nomeação de advogados que cobram do governo a tabela da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), resultando em um gasto que chega a representar quase todo o orçamento dedicado para o órgão.

Caso a greve seja deflagrada, os defensores planejam atender apenas os casos de urgência que inclui pedidos de habeas corpus, audiências de réus presos e de menores infratores, medidas cautelares, mandado de segurança, contestação.

Por Ana Paula Batalha

Comentários