Deputados petista defende IPVA maior e desoneração de cesta básica e material escolar

geraldo200613O deputado Geraldo Pereira, líder do PT, lamentou que em seu discurso de ontem, 19, a imprensa tenha optado por destacar fatos equivocados e deixado de lado que ele apresentou indicação para a isenção do ICMS sobre produtos da cesta básica e de materiais escolares. Em pronunciamento nesta quinta-feira, 20, ele voltou a defender estas isenções e disse que a melhoria do trânsito nas grandes cidades e em Rio Branco só vai ser possível com um aumento no valor do IPVA para investir em transporte público de qualidade.

Pereira começou o pronunciamento esclarecendo ao deputado Gilberto Diniz (PTdoB) que os Ramais do Povo vão começar com a construção de pontes e bueiros e o levantamento das partes baixas. “Foi o que eu disse ontem, mas não foi acompanhado pelo entendimento do deputado Gilberto Diniz, pois ele não participou, não participa, não se interessa, não conversa com deputados”, comentou.

Em seguida, Pereira lembrou que sua indicação para desoneração da cesta básica e dos materiais escolares foi ignorada pelos jornais, mas um deles ainda preferiu destacar coisas que ele jamais faria como apostar em pirâmides financeiras. “Não aposto nem em porrinha, a não ser que ofereçam o dinheiro da aposta”, afirmou.

Pereira explicou que a desoneração da cesta básica já foi feita pela presidenta Dilma Rousseff e que agora pode ser acompanhada pelo governo estadual, o que vai permitir que as famílias aumentem o consumo de alimentos ou invistam o dinheiro que sobrar em compras de outros produtos. “As famílias carentes não fazem poupança financeira, fazem poupança de consumo, de forma que o dinheiro volta em impostos de outros produtos, o Estado não perde”, justificou Pereira.

O parlamentar lembrou que já fez outras propostas de desoneração de impostos, como das contas de luz, que amplia a isenção de ICMS para consumo de até 100 kilowats e redução das alíquotas progressivamente para consumo de até 400 kilowats. “A desoneração de impostos é uma garantia constitucional: o imposto tem que ser compatível com a capacidade de pagamento do contribuinte”, explicou Pereira.

Quanto ao aumento do IPVA, Pereira lembrou que é um discurso que só tira votos, mas desafiou os deputados para que apresentassem uma proposta melhor para desafogar o trânsito nas cidades. “Esta é a única solução para o trânsito, um transporte coletivo de qualidade.  O IPVA tem que aumentar para a construção de corredores de ônibus. Não tem mais de onde tirar dinheiro”, argumentou.

João Maurício
Foto: J. Simão
Agência Aleac

Comentários