Dilma alcançaria a reeleição no 1º turno, afirma Datafolha

Dilma2403A presidente Dilma Rousseff seria reeleita no 1º turno se a eleição presidencial fosse hoje, de acordo com pesquisa concluída nesta semana pelo Datafolha. No cenário mais provável para a campanha de 2014, a petista alcança 58% das intenções de voto, seguida pela ex-senadora Marina Silva, que está organizando um novo partido político, com 16%.

O senador Aécio Neves (PSDB/MG) aparece com 10% e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), tem 6% das preferências. Como a margem de erro da pesquisa é dois pontos percentuais para mais ou para menos, Aécio e Campos podem, no limite, estar empatados.

Outros 6% dos entrevistados declararam voto nulo ou em branco, e 3% disseram não saber em quem votariam. O Datafolha entrevistou 2.653 pessoas entre quarta e quinta-feira, em 166 municípios.

A presidente Dilma ganhou 4 pontos em relação à última pesquisa, realizada em dezembro do ano passado. Os demais nomes oscilaram para mais ou para menos na margem de erro. Outro cenário pesquisado pelo Datafolha incluiu o presidente do STF, Joaquim Barbosa, como candidato. Embora não tenha manifestado interesse na disputa, seu nome foi especulado após o julgamento do mensalão.

O presidente do STF teria 7% hoje se fosse candidato, deixando Campos em quinto lugar, com 4%. Nesse cenário, Dilma aparece com 56% das intenções de voto, Marina tem 14%, e Aécio, 10%.

A pesquisa foi realizada num momento em que os políticos interessados na disputa presidencial se movimentam freneticamente nos bastidores e os eleitores prestam pouca atenção no assunto.

O Datafolha também investigou dois cenários em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva assumiria o lugar da sucessora como candidato do PT. Ele também venceria no primeiro turno, com até 60% das intenções de voto.

Nas três eleições presidenciais vencidas pelo PT, em 2002, 2006 e 2010, o partido nunca ganhou no primeiro turno. Em todas, disputou o segundo turno com o PSDB.

Na pesquisa espontânea, em que os entrevistados são convidados a indicar suas preferências sem ver os nomes dos candidatos, Dilma foi apontada por 35%. Outros 3% lembraram do ex-governador José Serra  e 2% citaram Aécio. (Leandro Colon / Folha.com)

Comentários