Dilma ameaça homem que bate em mulher: ‘Maior autoridade deste País é mulher sem medo de injustos’

Dilma Rousseff pede que os agressores se lembrem de suas mães antes de bater em uma mulher

Dilma para agressores: 'Pensem no amor que receberam de suas queridas mães' - Antonio Cruz/ABr
Dilma para agressores: ‘Pensem no amor que receberam de suas queridas mães’ – Antonio Cruz/ABr

A presidente Dilma Rousseff aproveitou o pronunciamento feito em cadeia nacional de rádio e televisão nesta sexta-feira (8), em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, para intimidar homens que batem em mulheres. Dilma encerrou seu discurso fazem uma alerta aos agressores.

— Se vocês agem assim por falta de respeito ou por falta de temor, não esqueçam jamais que a maior autoridade deste País é uma mulher, uma mulher que não tem medo de enfrentar os injustos nem a injustiça, estejam onde estiverem.

A presidente também fez um apelo aos homens que agridem mulheres  “por falta de amor ou compaixão”. Dilma pediu que os agressores se lembrem de suas mães antes de baterem em suas companheiras.

— Peço que pensem no amor, no sacrifício e na dedicação que receberam de suas queridas mães.

Para celebrar o Dia Internacional da Mulher, Dilma também anunciou que o governo vai instalar um centro de atendimento integral à mulher em cada Estado do País. Segundo a presidente, os centros vão oferecer serviços especializados de prevenção e atenção às vítimas de violência doméstica.

Empreendedorismo

Além do combate à agressão, o governo quer incentivar as mulheres empreendedoras. Por isso, os centros integrais também vão oferecer serviços de estímulo aos pequenos negócios, como o microcrédito e a capacitação profissional.

Durante o pronunciamento, que durou 11 minutos, a presidente também celebrou a Lei Maria da Penha que, segundo ela, é “uma das melhores do mundo”, e pediu o compromisso de toda sociedade para fazer valer a legislação.

— A violência doméstica tem que ser varrida de nossos lares e do nosso território.

Melhores salários

Dilma Rousseff declarou que um dos compromissos do País é garantir melhores oportunidades e salários mais justos para as mulheres. Segundo a presidente, o governo será um defensor permanente dos direitos humanos e das mulheres.

R7

Comentários