Dois acidentes são registrados em menos de 24 horas na BR 317

Ambos iam com destino à fronteira quando perderam controle e saíram da estrada

Alexandre Lima

Era por volta das 10 horas deste sábado, quando os bombeiros da regional do Alto Acre, foram acionados para realizar um resgate na BR 317, altura do km 21, onde um veículo teria perdido o controle e saiu da estrada chegando a capotar.

No local, encontraram o jovem Alex Mesquita de Melo (25), às margens da estrada apresentando lesões pelo corpo e cortes no rosto, onde teve alguns dentes quebrados. O motorista conseguiu se arrastar subindo um barranco para poder pedir socorro.

Segundo a vítima, estava se deslocando para a cidade de Brasiléia dirigindo a camionete modelo Toyota, placas MZV 9094, quando foi surpreendido por cachorro que atravessou na sua frente, lhe causando um susto.

No intuito de desviar do animal, perdeu o controle do veículo e saiu da BR descendo o barranco. Com o impacto quase lado e ajuda do arame da cerca, o carro foi lançado para o alto e caiu com as rodas para cima.

Alex escapou de algo maior, graças ao cinto de segurança e do air-bag que lhe protegeram no momento do impacto e capotagem. Com ajuda dos socorristas do Bombeiros, a vitima foi lavada ao hospital de Brasiléia e recebeu os primeiros socorros e ficou em observação.

Segundo os médicos de plantão, Alex não corria risco de morte. O perito criminal foi até o local para levantar dados do acidente.

Cerca de oito quilômetros à frente, na descida de uma ladeira, outro veículo tipo boiadeiro de pequeno porte, uma camionete modelo Ford de cor branca, placas JYB 8635, estava dentro do mato fora da estrada.

Nenhuma informação foi registrada sobre o acidente e o motivo que levou o carro a sair da estrada. O que se sabe apenas é que pode ter ocorrido durante a noite, ou madrugada de sexta-feira, dia 21.

Se suspeita que o veículo possa ter tido problemas na direção e saído da estrada. Ninguém deu entrada no hospital a procura de atendimento médico durante a noite, proveniente de acidente nas estradas, o que se leva a crer que ninguém saiu ferido.

Comentários