Doze prefeitos do Acre participam da Marcha em Defesa dos Municípios

Coordenadora Executiva da Associação dos Municípios do Acre – AMAC, Telma Maria Souza Chaves
Coordenadora Executiva da Associação dos Municípios do Acre – AMAC, Telma Maria Souza Chaves

Da Redação, com A Tribuna

Comitivas de todos os rincões do Brasil embarcam com destino ao Distrito Federal – DF, para participarem da  XVI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios.     O mega – evento patrocinado pela Confederação Nacional de Municípios – CNM começa nesta terça-feira, (09/07), com uma extensa programação no Congresso Nacional. De acordo com a Coordenadora Executiva da Associação dos Municípios do Acre – AMAC, Telma Maria Souza Chaves,  apenas 12 prefeitos, já confirmaram a presença.     Os representantes – mor  dos municípios  Cruzeiro do Sul, Sena Madureira, Tarauacá, Epitaciolândia, Brasileia, Plácido de Castro, Xapuri, Bujari, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter, Porto Acre e Santa Rosa do Purus, estarão presentes neste encontro.

Em contrapartida, os gestores elegeram os seguintes pontos: Aumento do Fundo de Participação dos Municípios – FPM, em 2%; Reajuste nos Programas Federais; Encontro das Contas Previdenciárias, Reposição do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados)  e CIDE (Contribuições de Intervenção no Domínio Econômico), além da municipalização do ITR (Imposto Territorial Rural).     O prefeito do Bujari, Tonheiro, está bastante animado com a Marcha da CNM, pois espera amortizar as dívidas, que foram renegociadas com a União. Outro ponto que pretende tratar é da regularização fundiária das áreas que estão no entorno do município, para que possa cobrar os tributos. “Sem recursos suplementares, não temos como investir em nossa cidade”, ponderou  a autoridade municipal.

Diante da greve da educação, que arrasta para segunda semana, mais à  paralisação de advertência dos fiscais da prefeitura e dos servidores da saúde, prevista para acontecer nessa segunda – feira, o prefeito Marcos Alexandre não participará do principal evento da CNM. Segundo a Assessoria, o gestor público não embarcará para Brasília, na madrugada desta terça-feira, mas evitou comentar os motivos.   A solenidade de abertura contará com a presença de autoridades políticas, ministros e representantes da CNM.

No período da tarde, segundo a assessoria, será reinstalação a Subcomissão de Assuntos Municipalistas o auditório Petrônio Portela, no Senado Federal. Logo em seguida,  as reuniões de bancadas estaduais, para tratarem de suas pautas específicas.

Comentários