“É inadmissível conviver com o silêncio insurdecedor de nossas autoridades”, critica Presidente da OAB/AC sobre morte de brasileiro em presídio Boliviano

Marcos Vinicius Jardim, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Acre
Marcos Vinicius Jardim, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Acre

O Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Acre (OAB/AC), Marcos Vinicius Jardim usou a sua página no facebook no inicio da tarde desta quinta-feira, 14, para repudiar a forma de como as autoridades tratam os detentos brasileiros na Bolívia. De acordo com o Presidente da Ordem local, “Não é de agora que denunciamos tais atrocidades sem qualquer resposta das autoridades de ambos os Países”, criticou Vinicius.

Segundo Vinicius, “o respeito aos Tratados Internacionais passa longe das vistas dos gestores bolivianos, que acobertam verdadeiras câmaras de torturas e assassinatos praticados principalmente contra os Brasileiros”, revela o advogado.

Ainda no facebook, o Presidente da Ordem disse que é inadmissível conviver com “silêncio ensurdecedor” de nossas Autoridades. “O respeito a Princípios humanitários básicos deve ser exigido ou ao menos manifestado por quem faz jus à defesa da dignidade do ser humano”, disse

Marcos Vinicius disse que a OAB, através de seu Presidente nacional, tomará uma posição sobre o tema e relembrou que em 2007 a Ordem denunciou os crimes ocorridos no presídio Vila Bush ao Ministério da Justiça, mas não obteve resposta satisfatória.

Da redação, com ac24horas

Comentários