Eletrobrás corta energia de prédios públicos de Assis Brasil

Alexandre Lima, da redação

Por falta de pagamento de uma dívida que chega a R$ 141 mil reais, a Eletrobrás cortou o fornecimento de energia da sede da prefeitura da cidade de Assis Brasil, campo de futebol, mercado dos colonos, setor de endemias, polo industrial onde funciona uma fábrica de tijolos, duas marcenarias, peladeira de arroz e outros setores da administração municipal.

Em conversa por telefone com o secretario de finanças do Município, senhor Edu, que se deslocou para a Capital, distante cerca de 350 quilômetros da fronteira com o Peru, a procura de uma solução junto ao Órgão e confirmou o caso juntamente com o prefeito, Betinho, que está acompanhando seu pai enfermo fora da cidade.

Segundo foi dito, a dívida é uma ‘herança’ acumulada nas administrações anteriores, dos ex-prefeitos Manoel e Eliane Gadelha, desde o ano de 2000 até 2012, o que se tornou impagável para os cofres do Município. “Estamos em dia desde janeiro até o mês corrente”, disse o secretário de finanças.

Disse ainda que, com esse corte de energia, até mesmo o pagamento dos funcionários poderão ser atrasados, além de suspensão das aulas. “Vamos procurar uma negociação para que possamos normalizar com a volta da energia”, finalizou o prefeito.

Comentários