Em reunião com procuradores, Tião Viana reconhece a volta do crime organizado no Estado do Acre

Declarações do governador reconhecendo a volta do crime organizado no Acre ocorrem após 45 execuções registradas no mês de novembro

Governador reuniu com representação do Acre em Brasília/Foto: Reprodução/Facebook
Contilnet

Durante reunião com a representação do Estado do Acre em Brasília, o governador Tião Viana (PT) reconheceu a existência do crime organizado no Estado do Acre. O encontro reuniu o procurador geral do Ministério Público do Estado do Acre, Sammy Barbosa, tratando, segundo o governador, sobre as diretrizes para frear os índices de violência.

“Tratamos sobre o sistema prisional, diretrizes da Carta de Rio Branco pela Segurança de Fronteiras, balanço do ano pelo governo e MP, luta pelo fim do crime organizado e cooperação pela segurança pública”, disse o governador em postagem feita pelo Facebook.

Ainda de acordo o governador, outro ponto abordado foi sobre a decisão da construção do presídio federal que o presidente Temer ofereceu em reunião com a presença do Procurador Geral de Justiça.

As declarações de Tião Viana sobre a volta do crime organizado no Acre acontecem no início de mais um mês violento no Estado do Acre (Foto: Alexandre Lima/arquivo)

As declarações de Tião Viana sobre a volta do crime organizado no Acre acontecem no início de mais um mês violento no Estado do Acre. Novembro fechou com 45 homicídios. Nesta segunda-feira (4), mais três homicídios com modus operandi de execução foram registrados na Capital.

Comentários