Falta de controle facilita tráfico na fronteira Brasil/Bolívia

Com a falta de fiscalização a droga entra muito fácil nas grandes cidades brasileiras. O estado do Acre tem 2 mil km de fronteira e é vizinho dos maiores produtores de cocaína do mundo: a Bolívia e o Peru. O transporte de drogas até o Brasil é oferecido pelos traficantes. Alguns entram com a droga pelo ar. O Rio sem vigilância é outro caminho.

Em Assis, Brasil, a última cidade brasileira, são apenas 17 Policiais Militares, e o mínimo deveria ser de 34. A Polícia Federal conta com apenas dois agentes na fronteira com o Peru, a única delegacia fica em Epitaciolândia, na divisa com a Bolívia, para dar conta do problema, é preciso muito mais.

Clique na imagem para ver vídeo abaixo.

sbt reporter a

http://www.sbt.com.br/jornalismo/noticias/28927/Falta-de-controle-facilita-trafico-na-fronteira-Brasil-X-Bolivia.html

Comentários