“Famílias expulsas da fronteira da Bolívia foram enganadas pelo governo brasileiro”, diz Rocha

Wherles Rocha, do PSDB  Foto: Odair Leal
Wherles Rocha, do PSDB Foto: Odair Leal

O deputado Major Rocha (PSDB) denunciou na manhã desta terça-feira (19), na Aleac, que as famílias de brasileiros expulsas da faixa de fronteira da Bolívia, foram enganadas pelo Governo Federal e pelo Governo do Acre. De acordo com o parlamentar, os brasileiros herdaram uma dívida de R$ 30 mil ao serem repatriados.

“Foi uma expulsão financiada com dinheiro do próprio país. Eles foram enganados quando saíra da Bolívia e, quando chegaram ao Acre e foram enganados novamente pelo Incra. As famílias expulsa da Bolívia herdaram um dívida de mais de R$ 30 mil – que seria para construção de uma casa e um poço artesiano ao valor de R$ 3 mil”, diz Rocha.

Segundo o deputado tucano, os poços artesianos foram construídos em locais que não dispõem de energia elétrica. As casas também estariam caindo, segundo Rocha. “Eles foram enganados pelo governo brasileiro e pelo Governo do Acre. Prometeram assistência técnica para implementação de roçados, mas nada fizeram”, enfatiza.

Para o oposicionista, o Governo Federal estaria ajudando o presidente Evo Morales, mas o retorno dos investimentos seria a truculência com que os brasileiros são tratados no país vizinho. “O governo federal está financiando a pavimentação de estradas que são corredores do tráfico de drogas na região de Chapari”, informa Rocha.

As estradas estariam sendo financiadas pelo BNDES.

Comentários