Fuga de gás causa explosão e estudante brasileiro tem 97% do corpo queimado na Bolívia

Foto de José, estudante que está estado grave devido ter corpo queimado - Foto: Facebook
Foto de José, estudante que está estado grave devido ter corpo queimado – Foto: Facebook

Alexandre Lima, com Opinión

O jovem estudante de medicina na cidade de Cochabamba (Bolívia), José Antonio Francisco Da Costa (22), natural do Maranhão, sofreu queimaduras em 97% do seu corpo devido uma fuga de gás que ocasionou uma explosão em seu apartamento, localizado no Bairro de Huanuni.

Segundo foi relatado, José foi surpreendido quando estava em sua cama estudando no seu computador, quando tudo aconteceu. As chamas envolveram o acadêmico que tentou apagar as chamas correndo para o banheiro.

O local onde mora, seria um apartamento com três quartos e seus colegas tiveram que arrombar a porta e teriam encontrado o jovem desmaiado ainda respirando no banheiro com o corpo queimado.

José foi levado para uma clinica onde recebeu os primeiros socorros e transferido para uma Unidade de Tratamento Intensivo – UTI. As autoridades explicaram o motivo da explosão do gás aconteceu devido um escapamento na botija da cozinha que invadido o quarto e explodiu ocasionado por uma faísca.

Com quase 100% do corpo queimado, somente as parte genitais e solas do pés não sofreram queimaduras de terceiro grau muito profundas. Parentes que também estudam na cidade boliviana queriam transladar para o Brasil, mas foram aconselhados a não remover devido a gravidade dos ferimentos.

O estudante teria inalado muita fumaça, está com problemas renais e tem dificuldades em respirar. Seu estado clínico é grave e necessita de muito sangue e repouso. Foi disponibilizado um número para contato: 7934-5824 (Verificar códigos de áreas).

Comentários