Gilberto Diniz volta a cobrar aprovação da PEC que extingue pensão de ex-governadores

Em discurso na tribuna da Assembleia Legislativa (Aleac), durante sessão desta quarta-feira, 4, o deputado Gilberto Diniz (PTdoB) voltou a cobrar a aprovação da PEC 02, que extingue a pensão para ex-governadores do Estado do Acre. O oposicionista pediu que a Mesa Diretora priorizasse a votação da matéria, lembrando que a proposta foi apresentada por ele no dia 5 de maio. A preocupação do deputado é que o prazo para a aprovação da PEC expire, uma vez que o tempo para votação seria de 60 dias.

“Já passou da hora de colocar essa PEC em votação, não entendo o medo que se tem de tirar essa PEC da gaveta, se for por defesa ao Tião Viana não precisa,porque a matéria não vai prejudicar ele. Somente os outros governadores que virão não serão beneficiados. Vamos desengavetar essa matéria, quem for contra vota contra, quem for a favor vota a favor e pronto”, disse.

O deputado alertou que no dia 7 de setembro acontecerá o movimento intitulado o Dia do Basta, que está sendo promovido por cidadãos acreanos através das redes sociais. Para o deputado a Mesa Diretora da Aleac não deve dar motivos para que a população se revolte com o Parlamento. A falta de matérias importantes como a PEC 02 na Ordem do Dia, durante as sessões, seria um motivo considerável, segundo o deputado, do movimento se manifestar contra o Poder Legislativo.

“Vai acontecer no dia 7 de setembro uma caminhada intitulada o Dia do Basta nas ruas de Rio Branco. O movimento está sendo organizado por meio das redes sociais e será uma das maiores passeatas já realizadas em Rio Branco. Eu não quero no dia 7 a Assembleia Legislativa seja alvo dos manifestantes por não colocar em votação matérias importantes como a PEC 02. O povo está aguardando uma resposta do Legislativo e nós devemos isso aos acreanos”, complementou.

O deputado cobrou ainda a atuação da CPI da Telefonia, proposta pelo deputado José Luis Tchê (PDT), e que também não foi colocada na pauta de votações. Gilberto alertou sobre a importância da aprovação da Comissão Parlamentar de Inquérito afirmando que o Estado do Acre vive um caos por conta dos serviços prestados pelas operadoras.

“As operadoras estão extorquindo e lesando os consumidores acreanos e isso deve acabar. Através de propaganda enganosa as operadoras iludem o povo acreano causando graves transtornos para as pessoas que buscam um serviço de qualidade. Precisamos aprovar a CPI da telefonia para pelo menos amenizar o sofrimento e a insatisfação dos consumidores acreanos”, disse.

Para concluir, Gilberto Diniz questionou a qualidade das obras da BR-364 realizadas pelo Governo do Acre. Segundo o deputado, os trabalhadores estão utilizando barro vermelho para tapar os buracos em alguns trechos da BR. “Sempre demonstro minha preocupação com as obras da BR-364 porque já fiz esse trecho varias vezes e sei que o serviço é mal feito mesmo. Agora estão tapando buracos com barro e quando chove fica uma lama só, isso é um absurdo, a população acreana não merece tanto descaso”, concluiu.

Mircléia Magalhães
Agência Aleac

Comentários