Governo do Acre poderá ser acionado na Justiça por vítimas de ponte

Comerciante Paci está se recuperando após cair na ponte Governador José Augusto - Foto: Alexandre Lima
Comerciante Paci está se recuperando após cair na ponte Governador José Augusto – Foto: Alexandre Lima

O Governo do Acre poderá ser acionado na Justiça a qualquer momento por vítimas de acidentes que caíram na ponte Governador José Augusto, que liga as cidades de Brasiléia e Epitaciolândia devido sua péssima condição.

Como já foi relatado por diversas vezes, a ponte em questão foi construída em meados da década de 1980 do século passado e já não vem suprindo a demanda de veículos das cidades, causando desconforto para os motoristas.

O que vem irritando a todos, seria uma reforma iniciada no primeiro semestre de 2012, com previsão de término em outubro. Fato esse que não aconteceu e a madeira superior não foi trocada, estragou e se transformou no principal culpado de acidentes.

Nos últimos dias, se vem registrando um grande número de acidente de pessoas que tentam atravessar a ponte de moto. Essas vítimas estão sofrendo ferimentos que irão deixar lembranças para o resto de suas vidas e estão tendo que arcar com as despesas médicas.

Em conversa com uma dessas vítimas, estão se organizando para acionar o Governo do Acre na Justiça pelo o que vem passando devido a negligencia relacionada à ponte. Alguns foram prejudicados em não poder trabalhar, estudar e até mesmo não ter condições de comprar medicamento.

Os mesmos já estariam juntando documentos para serem entregues a um advogado que irá acionar o Ministério Público e requerer reparos por danos morais, financeiros e providencias contra a ponte.

Matéria relacionadas:

Ponte José Augusto continua fazendo vítimas na fronteira do Acre

Descaso: Ponte José Augusto continua fazendo vítimas na fronteira

Ponte metálica na fronteira está abandonada pelo Deracre

Casal que sofreu acidente em ponte foi transferido para a Capital

Ponte metálica em Brasiléia mostra descaso de autoridades

Comentários