Governo e Caixa assinam contratos para gerenciar obras de R$ 17 milhões na Saúde

O governador Tião Viana assinou na manhã desta quinta-feira, 4, com a Caixa Econômica Federal contratos para a execução de R$ 17 milhões em obras na área de saúde. Estiveram presentes à solenidade todos os gerentes da instituição que atuam na capital e no interior do Estado. A Caixa é uma grande parceira do Acre. Um exemplo de sucesso desse trabalho conjunto é a aplicação do microcrédito produtivo, destinado a pequenos comerciantes, artesãos e produtores, em que o Acre é o primeiro lugar do Brasil na modalidade.

O governador Tião Viana assinou na manhã desta quinta-feira, 4, com a Caixa Econômica Federal contratos para a execução de R$ 17 milhões em obras na área de saúde (Foto: Sérgio Vale/Secom)
O governador Tião Viana assinou na manhã desta quinta-feira, 4, com a Caixa Econômica Federal contratos para a execução de R$ 17 milhões em obras na área de saúde (Foto: Sérgio Vale/Secom)

Os recursos para a execução das obras são provenientes do Ministério da Saúde, mas serão controlados e gerenciados em parceria com a Caixa Econômica, o que dá mais garantia de qualidade e segurança no andamento das obras. “Com isso, nós ganhamos uma assessoria gratuita no acompanhamento e fiscalização das obras, que se somam ao trabalho que fazemos e nos garantem mais um olhar atento sobre o andamento das atividades”, disse a secretária de Saúde, Suely Melo.

O governador Tião Viana ressaltou o orgulho e a gratidão que tem pelo trabalho da Caixa Econômica. “A Caixa está  sempre ao nosso lado e tem prazer em servir e trabalhar pelo povo do Acre. Eu já tive a oportunidade de ver o quanto os funcionários se dedicam a servir ao próximo, e essa parceria é mais de uma de tantas que já temos nessa missão de trabalhar pelo nosso povo e oferecer condições mais dignas para a população”, disse.

Entre as obras que serão executadas, estão a construção de centros de partos em Feijó, Brasileia e Sena Madureira, para que as parturientes tenham mais conforto e condições adequadas e Centros de Atenção Psicossocial (CAPs) para dar suporte ao tratamento e combate em relação ao uso de drogas, além de outras reformas e construções dentro do Estado.

“Este será o melhor ano da história do Acre, pois todas as cadeias produtivas, de alguma forma, passam pela Caixa Econômica, e vivemos um momento de muitas obras e investimentos. Estamos nos preparando para isso, vigilantes. Não vemos mais como ‘tirar o pé do acelerador’ porque o Acre vive um ritmo intenso e não vai mudar. Vamos continuar expandindo, abrindo novas agências, novas lotéricas. E esperamos aproveitar com intensidade o verão para entregar as obras o mais rápido possível, afinal, a saúde não pode esperar”, disse o superintendente da Caixa no Acre, Anacleto Grosbelli.

Comentários