Hacker que chantageou mulheres por fotos nuas pode pegar 105 anos de prisão

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

O FBI anunciou que prendeu um homem de 27 anos, chamado Karen ‘Gary’ Kazaryan, por invadir bancos de dados com informações de 350 mulheres e ameaçar fazer mau uso dos dados, caso não enviassem para ele fotos em que aparecem nuas, informa o site The Register.

Processado, o homem preso no estado da Califórnia, Estados Unidos, sofre 15 acusações de invasão de computador e 15 por roubo de identidade. Ele pode pegar até 105 anos de cadeia, caso considerado culpado.

Foram encontradas 3 mil imagens das vítimas de Kazaryan.

Segundo o FBI, que apelidou o crime de “sextorsão”, a chantagem durou de 2009 a 2010, depois que o hacker acessou computadores e contas de e-mail de suas vítimas.

De posse de informações como nomes de usuário e senhas, ele pretendia ser as vítimas para convencer contados das pessoas cujas máquinas foram invadidas e obter mais informações. Em alguns casos, as fotos vinham das invasões, em outros, da chantagem. Ele pedia fotografias por e-mail e também reivindicava chamadas via Skype.

Conforme o Register, ele chegava a postar imagens constrangedoras da vítimas no Facebook em que casos em que elas se negaram a entregar o que ele pedia.

Terra

Comentários