Homem é encontrado morto após sangrar pelo pênis em Epitaciolândia

Cena inusitada ao encontrarem o corpo de Manoel seminu com o pênis cortado - Foto: Alexandre Lima
Cena inusitada ao encontrarem o corpo de Manoel seminu com o pênis cortado – Foto: Alexandre Lima

Alexandre Lima

Local onde Manoel teria se cortado havia mostrou que sangrou muito antes de sair do quarto - Foto: Alexandre Lima
Local onde Manoel teria se cortado havia mostrou que sangrou muito antes de sair do quarto – Foto: Alexandre Lima

Uma cena inusitada envolvia uma morte de um homem, identificado como Manoel Pereira da Silva (54), quando foi encontrado morto em pé e de braços abertos encima de uma caixa d’água, no Bairro Beira Rio na cidade de Epitaciolândia nas primeiras horas desta sexta-feira, dia 22.

As autoridades militares e o perito criminal foram chamados para tentar entender o que aconteceu com Manoel, que era bastante conhecido pelo bairro e que não oferecia perigo para sociedade, a não ser, a sua própria pessoa pelo vício em bebida alcoólica.

Tudo leva a crer que Manoel tenha chegado em na casa de sua irmã durante a noite desta quinta-feira, dia 21, com uma garrafa de cachaça, onde foi dormir num casebre. Segundo ela, ainda chegou ouvir vozes vindo como se a vítima estivesse conversando com alguém, mas não ligou e foi dormir devido o horário tardio.

Pela manhã bem cedo ao levantar e abrir a porta, viu o irmão em pé de braços abertos, nu da cintura para baixo e já sem vida. Se pôde perceber que o seu pênis estava sangrando e deixou um rastro saindo de dentro do casebre.

Dentro do casebre, havia uma casa de camping e um colchão no chão, muito sangue, uma garrafa de cachaça e uma gilete ensanguentada. Ao ser analisado a primeira vista, leva-se a crer que Manoel possa ter manuseado e causado o acidente cortando o seu pênis.

Com a embriagues, Manoel talvez não pôde ter percebido a gravidade do corte em seu órgão genital. O mesmo sangrou até sua morte quando tentou se banhar no lado de fora, seu corpo entrou em colapso pela perca do sangue.

As investigações estão em aberto e todos que estiveram em contato com Manoel serão chamados até a delegacia para ser ouvido pelo delegado e nenhuma pista está descartada até a certeza da morte. O corpo foi levado ao IML para autopsia e depois ser liberado aos parentes.

VEJA VÍDEO REPORTAGEM COM ALMIR ANDRADE ABAIXO:

Comentários