Jair Amorim cobra ação da “elite regional” para eleger Deputado Federal

FotoO gestor de políticas publicas do estado do Acre, Jair Amorim, que ultimamente vem animando a política regional com suas idéias inovadoras, agora resolveu cobrar da elite econômica, política e social do Alto Acre suas responsabilidades coletivas.

Prega o gestor que as elites da Capital e do Juruá, às vezes, ficam em vantagem, não por serem melhores ou mais competentes, mais por serem mais conscientes com suas obrigações coletivas. Segundo ele, o sucesso particular de cada pessoa no contexto em que se vive, seja econômico, político, social, profissional, etc, gera responsabilidades coletivas que precisam ser postas em pratica.

De acordo com o gestor quando alçamos os degraus mais elevados da nossa sociedade precisamos, também, assumir nossas obrigações coletivas na comunidade que pertencemos, já que nos destacamos justamente em competição direta com nossos próprios irmãos vencidos.

Cita como exemplo os concursos públicos, as disputas por mercados consumidores, disputas por clientes, enfim, a competência individual e profissional de cada um de nos por mais absurdo que pareça, não produz apenas vantagens para a sociedade, mas produz também centenas de excluídos pela competição.

Dessa forma, segundo o gestor, todas as pessoas que comandam socialmente o Alto-Acre, e que integram a elite econômica, política e profissional da nossa regional possuem o dever coletivo de ajudar de alguma forma a comunidade, por exemplo, elegendo um Deputado Federal nessas eleições. Seria uma espécie de compensação e ajuda para o extrato excluído que, momentaneamente, estão perdendo a corrida na dura competição pelos nossos espaços sociais.

Atesta que o mandato Federal, caso venha, não vai resolver todos nossos problemas sociais, mas vai diminuir o espaço que criamos entre as classes, no tornar mais respeitados e admirados enquanto comunidade e nos fazer mais felizes como pessoas. Afinal nenhum sucesso individual será pleno num cenário de tantas desigualdades.

Conclui, com dados do TRE/AC, que temos no Alto-Acre aproximadamente 50 mil eleitores, numero suficientes para elegermos o mais bem votado dos DeputadosFederais do Acre. Temos votos, Temos candidatos e Temos motivos. Só não temos desculpas para não eleger, A historia registrara nossas atitudes. Cabe a nos definir se de sucesso ou não. diz.

 

Jair Amorim titular do cargo, efetivo, de gestor no estado do Acre que tem entre atribuições propor, elaborar e executar políticas de incentivo ao desenvolvimento regional no Alto-Acre.

Comentários