Juíza manda desbloquear contas de duas empresas do grupo Telexfree

Juíza Thais Borges
Juíza Thais Borges

Juíza entendeu que contas desbloqueadas não fazem parte do processo. Atividades da Telexfree seguem suspensas em todo o país.

A juíza titular da 2º Vara Cível da Comarca de Rio Branco, Thaís Borges, determinou o desbloqueio das contas bancárias das empresas Wolrdschanger Intermediação de Negócios LTDA e Simternet Tecnologia da Comunicação LTDA, que fazem parte do grupo Telexfree.

“A decisão se deu, porque as contas desbloqueadas não fazem parte do processo em curso, então, eu entendi que o desbloqueio dessas duas empresas não influenciam no bloqueio da decisão anterior”, afirmou.

A magistrada julgou, no mês passado, procedente a medida cautelar preparatória de ação civil pública, proposta pelo Ministério Público do Estado do Acre (MP-AC) contra a Telexfree.

Entenda o caso

A atuação da empresa está suspensa em todo o país por decisão da Justiça do Acre desde o dia 18 de junho, que impediu novas adesões e pagamentos aos divulgadores.

A Telexfree é suspeita de atuar em um esquema de pirâmide financeira, ilegal no Brasil. Esse tipo de negócio pode prejudicar os últimos investidores a aderirem. A estimativa é de que cerca de 1 milhão de pessoas em todo o país tenham se associado à Telexfree.

Fonte:

Comentários