Justiça boliviana concede prisão domiciliar a Leopoldo Fernández

Leopoldo Fernández foi diagnosticado com câncer de rim, próstata e ainda, quadro de tuberculose renal.

Leopoldo Fernandez dia antes de ser preso e levado ao presídio em La Paz - Foto: arquivo oaltoacre
Leopoldo Fernandez dia antes de ser preso e levado ao presídio em La Paz – Foto: Alexandre Lima

O ex-governador Leopoldo Fernández, preso desde setembro de 2008 no presídio de San Pedro, em La Paz, acusado de autoria no atentado que culminou com a morte de trabalhadores rurais e centenas de feridos, obteve na Justiça o benefício de liberdade domiciliar em virtude do seu grave estado de saúde.

Após sua prisão, Leopoldo Fernández passou a apresentar uma série de doenças e recentemente se submeteu a uma cirurgia para a retirada do rim esquerdo, o que revelou um câncer.

Nos exames apresentados pela defesa do ex-governador, foi diagnosticado que o câncer teria afetado, também, a próstata e ainda, quadro de tuberculose renal.

Em virtude da gravidade, ele deverá passar, nos próximos dias, assim que esteja recuperado da operação de retirada do rim,  por outra cirurgia, desta vez na próstata.

Devido a seu estado, os advogados de defesa conseguiram provar, por meio de laudos médicos, a gravidade da situação clínica do preso.

Leopoldo Fernández passará a cumprir pena em sua residência, em La Paz. Na decisão, ficou determinado que pelo menos dois guardas ficarão, permanentemente, na residência fazendo a escolta do detento.

Nas redes sociais, familiares e apoiadores do principal opositor de Evo Morales realizam uma campanha pedindo orações a Leopoldo Fernández.

Ângela Rodrigues

Comentários