Lançamento de concurso estudantil fomenta reflexão sobre legado de Chico Mendes

Onides Bonaccorsi Queiroz

Marcos Afonso Pontes e Elenira Mendes durante o lançamento do concurso (Foto: Angela Peres/Secom)
Marcos Afonso Pontes e Elenira Mendes durante o lançamento do concurso (Foto: Angela Peres/Secom)

“Que ponto de vista nossos alunos estão tendo de sua história recente?”, foi a pergunta lançada por Marcos Afonso Pontes, diretor da Biblioteca da Floresta, no anúncio do Concurso Literário e Artístico para estudantes de toda a rede pública estadual, sob o tema do legado de Chico Mendes. O evento, para o qual foram convidados os diretores das escolas públicas de Rio Branco, foi realizado nesta quarta, 15, no auditório da Secretaria de Educação e Esporte (SEE).

A ação faz parte de um conjunto de iniciativas em memória aos 25 anos da morte do líder seringueiro, promovidas pelo Gabinete Civil. Além da Biblioteca da Floresta e da SEE, várias secretarias de Estado participam do projeto, como a Fundação Elias Mansour (FEM), a Secretaria de Meio Ambiente (Sema), Secretaria de Turismo e Lazer (Setul), Secretaria de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof). Também entidades não governamentais, como o Instituto Chico Mendes, presidido por Elenira Mendes, filha de Chico, integram a comissão.

Estiveram presentes ao evento Francis Mary Alves, diretora-presidente da FEM, Daniel Zen, titular da SEE, Walnizia Cavalcanti, representando o Gabinete Civil, e Elenira Mendes.

As inscrições para o concurso serão abertas no início de julho e haverá três categorias: Desenho, para estudantes do 1º ao 5º ano; Poesia, para estudantes do 6º ao 9º ano; e Redação, para estudantes de ensino médio e superior.

Os trabalhos serão selecionados na primeira semana de novembro e os vencedores serão premiados na entrega do Prêmio Chico Mendes, que ocorrerá na Semana Chico Mendes, de 15 a 22 de dezembro.

 

Comentários