Lei de Walter Prado torna patrimônio cultural profissão do seringueiro

Deputado estadual Walter Prado - Foto: divulgação
Deputado estadual Walter Prado – Foto: divulgação

O deputado Walter Prado (PEN) apresentou projeto de lei nesta terça-feira, 26, tornando em patrimônio cultural acreano a profissão de seringueiro. O parlamentar frisou que o projeto não é seu, mas de toda a população do Acre e que vai fazer justiça aos milhares de seringueiros do Estado que garantiram a floresta em pé até os dias de hoje.

Prado destacou que gostaria de ver o seu projeto de lei votado na sessão solene que a Aleac realizará em Tarauacá, no dia da comemoração de seu primeiro centenário, em 24 de abril. “Foi em Tarauacá que atracou o primeiro navio trazendo seringueiros para o corte de borracha para a Segunda Guerra Mundial e nada mais justo do que ser o local para a votação do projeto de lei”, argumentou.

“Considerando a importância das florestas na paisagem do Acre como símbolo acreano e lembrando que os seringueiros construíram a economia acreana, vamos demonstrar nosso sentimento de gratidão aprovando este projeto”, discursou Prado.

João Maurício
Agência Aleac

Comentários