Mais um ‘soldado da Sucam’ morre vítima do DDT, em Brasiléia

Evaldo não resistiu ao veneno e faleceu na madrugada desta sexta devido falência dos órgãos

Alexandre Lima

Ex-colegas da antiga Sucam, hoje Funasa, foram prestar última homenagem - Fotos: Alexandre Lima
Ex-colegas da antiga Sucam, hoje Funasa, foram prestar última homenagem – Fotos: Alexandre Lima

Na madrugada desta sexta-feira, dia 8, o Acre perdeu mais um dos ‘Soldados da Sucam’, que lutaram pelo desenvolvimento da Amazônia combatendo a malária desde a década de 1950 do século passado, usando o veneno Dicloro-Difenil-Tricloroetano (DDT).

Elvaldo Theodoro Alves da Silva (54), morreu de falência múltipla dos órgãos em sua casa na cidade de Brasiléia. Vinha lutando a tempos com doenças causadas pelo veneno e entrou para a triste estatística no Acre, onde quase 100 homens sucumbiram ao DDT.

Falecimento do ex-soldado da Sucam, aconteceu durante a madrugada - Foto: Album familiar
Falecimento do ex-soldado da Sucam, aconteceu durante a madrugada desta sexta, dia 8 – Foto: Album familiar

Segundo o presidente da Associação DDT e Luta pela Vida, Aldo Moura da Silva, do ano de 2000 a 2013, são 80 vidas perdidas que lutaram pelo reconhecimento junto ao Governo Federal, onde pedem aposentadoria digna, seguido atendimento médico e indenizações.

Nessa luta, contam apenas com dois políticos do Acre, a deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB) e o senador do PSD, Sérgio Petecão. Onde ajudam para que seja sancionado em caráter de prioridade, o devido reconhecimento dos ‘Soldados da Sucam’.

No estado do Acre, 378 trabalhadores da antiga Sucam, que acabaram contaminados pelo DDT, ainda estão vivos. A maioria sofre com a perda dos reflexos, com a perda da fala, em alguns casos, deixam de reconhecer amigos e parentes, começam e ter infecções, trombose, sendo preciso a amputação e, por fim, acabam vegetando.

Vários amigos que trabalharam com Elvaldo, se deslocaram da Capital para prestar homenagem ao ex-colega, juntamente com os parentes e amigos que foram ao velório.

Leia mais: Ex-servidores da Sucam podem receber pensão vitalícia

Parente e amigos foram prestar última homenagem - Foto: Alexandre Lima
Parentes e amigos foram prestar última homenagem – Foto: Alexandre Lima

Comentários