Manoel Morais considera como estupro a tentativa de intervenção no PSB

Da redação, com Ray Melo

O deputado estadual Manoel Morais (PSB) comemorou na manhã desta quinta-feira (29), na tribuna da Aleac, a notícia que teria recebido de que o PSB não vai sair da Frente Popular do Acre. Morais desabafou e disse que considerava a tentativa de intervenção no PSB, como “um estupro, onde a pessoa pega na marra aquilo que não é seu”.

“Nosso tem o maior número de prefeitos em capitais e governadores. Não somos partido de brincadeira eu sempre tive confiança. No Acre temos uma legenda organizada. Não somos partido de aluguel. Os dirigentes que estão de parabéns, estamos vivendo um momento de alegria, nosso o PSB estava cotada pra sair da Frente Popular e ir para oposição, mas venceu o bom senso”, diz Manoel Morais.

Comentários