Menor de 16 anos é morto enforcado na Pousada Aquiri e direção descarta briga de facções

Equipe do IML recolheu o corpo da vítima/FOTO: Folha do Acre

Um adolescente identificado como Leandro Soares, 16 anos, foi morto na manhã desta terça-feira (12) no interior da Unidade Socioeducativa Aquiri, no residencial Santa Cruz, em Rio Branco. Ele havia sido transferido para a pousada na segunda-feira, e respondia pelo ato infracional de roubo. Outros dois menores dividiam o alojamento com a vítima, e teriam usado um lençol para enforca-la. Ambos seriam integrantes do “Comando Vermelho”

Rafael Almeida, diretor administrativo da unidade, falou com a reportagem da Folha do Acre e esclareceu que a morte do reeducando foi constatada pelos socioeducadores por volta das 6 horas da manhã. “A equipe de segurança viu esse jovem deitado, e acharam que ele estava dormindo. E como o café da manhã é entregado em mãos para cada adolescente, eles falaram ‘chama o menino’, foi então que entraram”, disse.

Almeida descartou que o fato tenha sido em decorrência de confronto entre facções rivais. Ele afirma que a unidade atende apenas membros da facção criminosa Comando Vermelho, justamente para que não ocorra confrontos. “Aqui a gente só recebe jovens do Comando Vermelho, inclusive esse menor também seria supostamente do Comando. Já é o terceiro caso, mas nenhum relacionado com briga de facções, e sim por desentendimentos”, disse.

Os outros menores que dividiam o alojamento com a vítima foram conduzidos à Delegacia Especializada em Atendimento à Criança e ao Adolescente (DEPCA), onde serão ouvidos pelo delegado. A equipe de peritos do Instituto Médico Legal (IML) recolheu o corpo que foi levado à sede da instituição, e após os procedimentos necessários será liberado para que a família realize o velório. O governo irá custear todas as despesas com a funerária.

 Fonte: folhadoacre

Comentários