Militares farão manifesto nesta sexta por melhores condições de trabalho

De acordo com Isaque Ximenez, presidente da Ame, o objetivo é trazer de volta a pauta de reivindicações que a categoria busca desde 2011.

Da redação, com Contilnet

A Associação dos Militares do Estado do Acre (Ame) está organizando para a próxima sexta-feira (26) um manifesto com finalidade de buscar melhorias para a categoria.

Os militares se reunirão às 8: 30 da manhã, na concha acústica, e depois seguirão até a Casa Rosada, onde funciona o Gabinete Civil; posteriormente, a categoria se reunirá na praça da Revolução.

De acordo com Isaque Ximenez, presidente da Ame, o objetivo é trazer de volta a pauta de reivindicações que a categoria busca desde 2011.

“O objetivo é chamar atenção do governo para algumas reivindicações que vêm sendo feitas desde 2011, mas que vêm sendo proteladas”.

Entre as reivindicações da categoria, está a busca da isonomia do risco de vida, que na prática significa igualar o mesmo valor para oficiais e soldados que executam o trabalho.

Os militares também buscam a reestruturação do quadro da corporação, prêmio de valorização  militar, definição de carga horária e fardamento novos para militares.

Isaque Ximenez diz a situação dos  militares é complicada pela falta de estrutura. Ele diz que falta estrutura desde os prédios onde abrigamos quartéis até a renovação do fardamento.

“Há militares que estão há cerca de 36 meses com o mesmo fardamento. Quartéis há 16 anos que não recebem reforma . As últimas reformas verdadeiras foi na gestão do ex-governador Orleir Cameli”, diz.

Comentários