Ministério Público abre Inquérito Civil contra Oi e Vivo na fronteira do Acre

oficio MPAlexandre Lima

O ministério Público do Acre, através das Promotoras de Justiça de Brasiléia, Senhora Diana Soraia Tabalipa Pimentel e Maria de Fátima Ribeiro Teixeira, instaurarem um Inquérito Civil contra as empresas de telefonia VIVO e OI, por prestarem péssimos na fronteira do Acre, precisamente nas cidades de Brasiléia, Epitaciolândia e Assis Brasil.

Ao tomar conhecimento da denuncia feita pelo jornal oaltoacre.com, foi comunicado através de Ofício, que já estão investigando os constantes ‘apagões’ na comunicação através dos serviços de telefonia móvel oferecidos pelas empresas citadas.

Além de notificarem as empresas, requisita que a Agência Nacional de Telecomunicação – ANATEL, também se manifeste sobre as interrupções que vem causando irritações aos consumidores, além de convidar os consumidores que estejam se sentido lesados, que compareçam na Promotoria de Justiça.

Veja Portarias anexados abaixo.

Comentários