Mistério no desaparecimento de jovem em Rio Branco, no Acre

Adolescente de 16 anos teria saído de casa na última segunda-feira (2).
Segundo a mãe, jovem estaria sofrendo ameaças.

Estudante que desapareceu na última segunda-feira (2) estaria sendo ameaçada (Foto: Reprodução / TV Acre)
Estudante que desapareceu na última segunda-feira (2) estaria sendo ameaçada (Foto: Reprodução / TV Acre)

Da redação, com G1-Ac

A jovem Cibele Nascimento da Costa, de 16 anos, está desaparecida desde a última segunda-feira (2). Segundo a mãe Maria da Glória Nascimento, a menina saiu de casa, no bairro Taquari, em Rio Branco, para ir ao colégio e desde então não retornou mais.

A mãe conta que já procurou a polícia, mas até o momento Cibele ainda não foi encontrada. O mistério do desaparecimento da jovem fica ainda maior, porque dois dias depois de sair de casa, ela ainda entrou em contato com a família, dizendo que estava na casa de uma amiga no conjunto Belo Jardim. Porém, a família não a encontrou no endereço que ela disse estar.

“Na primeira vez ela falava que estava bem, não ia voltar para casa porque tinha certeza que eu estava brava com ela. Depois ela ligou chorando pedindo socorro, dizendo que não estava bem. Minha nora perguntou onde ela estava, mas a Cibele disse que não poderia dar o nome de alguém, nem o endereço porque iria envolver muita gente”, conta.

A mãe conta que chegou a cogitar que a filha estivesse grávida e por isso teria resolvido fugir, mas a jovem negou. “Ela disse ‘não mãe é coisa pior que isso”, salienta.

Maria da Glória diz ainda depois do desaparecimento, uma amiga da estudante revelou que nos dias antes de sair de casa pela última vez, a jovem revelou que estaria recebendo ameaças anônimas por telefone.

“Estavam ameaçando ela de morte. Diziam que ela tomasse cuidado porque sabiam onde morava, onde ela estudava, com ela ficava e com quem conversava”, comenta.

Abalada, a mãe faz um apelo pela volta da filha. “A gente não sabe o porque, não sabe o motivo. Tem algum mistério no meio, ela pode estar porque quer, como pode estar obrigada. Eu queria saber a verdade”, conclui.

Comentários