Mulher é brutalmente estuprada e encontrada em cemitério no interior

A dona de casa Maria Luzanira Freiras de Oliveira, 44 anos, foi encontrada no cemitério de Feijó com sinais de violência sexual. A vítima teve uma garrafa introduzida na vagina e está em estado grave.

O crime aconteceu no último fim de semana, quando a cidade realizava o Festival do Açaí. Segundo relatos de amigos, na sexta-feira (9) à noite, a mulher deixou a festa na companhia de um homem desconhecido, de aproximadamente 60 anos, com quem permaneceu até a madrugada. Depois disso, ela não foi vista.

No dia seguinte, a vítima foi encontrada no cemitério por um coveiro, que acionou a polícia. Ela estava ensangüentada e desacordada. A suspeita é que, a mulher só não foi assassinada porque o agressor acreditava que ela já estava morta.

Maria Luzanira, mãe de quatro meninas, foi transferida para Rio Branco devido o seu estado de saúde. Ela sofreu traumatismo craniano e está em coma na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Da redação ac24horas

Com informações da Rádio Fm Feijó

Comentários