Mulheres ainda temem impunidade após denúncias

A BBC Brasil acompanha o dia a dia de uma das delegacias da mulher no Rio de Janeiro, onde dezenas de vítimas prestam queixas todos os dias.

Seis anos depois da criação da lei Maria da Penha, muitas das vítimas ainda têm medo de denunciar e dúvidas sobre o processo judicial.

Vítimas ainda temem impunidade após denúncias de violência
Vítimas ainda temem impunidade após denúncias de violência

“Eu tenho roxos em todo o meu rosto, em minha cabeça e um nariz quebrado. Eu prestei uma queixa, ele será processado, mas nada vai impedir realmente que ele siga com a vida dele. Ele provavelmente só terá que pagar uma multa ou fazer serviço comunitário”, disse uma das mulheres.

As delegacias da mulher, para onde as mulheres são encaminhadas depois se acionarem o atendimento de emergência, foram criadas em 1985, no início da redemocratização brasileira.

No entanto, a cultura de machismo no país ainda é vista como um empecilho para a justiça em relação à violência sexual e doméstica contra mulheres.

Comentários