O Tribunal do Júri da Comarca de Xapuri leva ao banco dos réus Jaisson Moreira de Moura, o Pitbull.

pitbull

O julgamento de Jaisson Moreira de Moura, o Pitbull, 27 anos, está em andamento. Ele chegou ao Fórum de Xapuri às 9h25 desta sexta-feira, 10, sob forte esquema de segurança, e foi recebido por gritos de “assassino de criança”. Ele está sendo acusado de no dia 19 de janeiro deste ano ter estuprado e matado a garota Maiquele Nonato de Oliveira, num dos crimes mais estarrecedores e revoltantes da história do município.

A sessão do Tribunal do Júri, presidida pelo juiz Luiz Gustavo Alcaide Pinto, começou às 10h05 da manhã. O corpo de jurados, formado por 7 pessoas sorteadas entre 21 convocadas para o julgamento, ficou composto por 4 homens e 3 mulheres. O promotor de justiça de Xapuri, Bernardo Fiterman Albano, é o responsável pela acusação enquanto a defesa do réu está a cargo do advogado Marcos Maia Pereira.

O plenário da pequena sala das sessões do Fórum de Xapuri está completamente lotado, e do lado de fora há muita gente esperando uma oportunidade para assistir pelo menos um pedaço do julgamento. A Polícia Militar está fazendo o controle da entrada do público e apenas pessoas sentadas podem permanecer na plateia. Nenhum tipo de manifestação contra ou a favor do acusado é permitida no interior da sala de sessões.

A primeira testemunha a ser ouvida foi a mãe de Maiquele, Marinalva da Silva de Oliveira, 42, que se emocionou muito durante o depoimento. Ela solicitou ao juiz que Pitbull fosse retirado da sala antes que ela fosse ouvida. Marinalva afirmou que sua vida se transformou em uma agonia depois da morte da filha. Disse que vive em pânico e que os seus outros quatro filhos também enfrentam traumas psicológico pela perda da irmã.

image[7] image[15]
image[11]

Do lado de fora do Fórum, uma multidão formada principalmente por mulheres e crianças pedem justiça. Horas antes do início do julgamento, uma passeata percorreu algumas ruas da cidade exibindo cartazes que pediam justiça e a diminuição da violência em Xapuri. Amigos e vizinhos da família da garota também estão presentes no Fórum aguardando o desfecho do julgamento que não tem previsão de horário para terminar.

Da redação, com Raimari Cardoso – Xapuri

Fonte: Xapuri Agora!

Comentários