Operação na BR 317 resulta na apreensão de 11kg de cocaína, pistola de calibre de uso restrito e traficante

Entorpecente estavam guardados dentro e garrafas plásticas e arma seria militar

Alexandre Lima

Cloridrato de cocaína estava embalada em garrafas e a arma exclusiva militar está com o número de série raspado. traficante está preso - Fotos: Alexandre Lima
Cloridrato de cocaína estava embalada em garrafas e a arma exclusiva militar está com o número de série raspado. Traficante está preso – Fotos: Alexandre Lima

Uma operação envolvendo policiais federais, civis e força nacional, no início da noite deste sábado, dia 12, resultou na apreensão de uma carga de 11,2kg de cloridrato de cocaína adquirido no lado boliviano, e que tinha como destino, a capital do Acre, Rio Branco.

Toda a ‘carga’ foi encontrada dentro de um carro modelo Fiat, dirigido por F. A. N. de 38 anos, acreano natural da cidade de Rio Branco. Sua identidade será preservada para que não atrapalhe o andamento das investigações. Sua transferência para o presídio estadual poderá acontecer nas próximas horas.

Segundo foi apurado, o acusado não resistiu a prisão após ele mesmo se denunciar na barreira policial montada no entroncamento de acesso à cidade de Xapuri, ao demonstrar nervosismo excessivo. A droga estava no interior do veículo de fácil acesso.

Pistola foi encontrada em poder do acusado municiada com alto poder de fogo. Foto: Alexandre Lima
Pistola foi encontrada em poder do acusado municiada com alto poder de fogo. Foto: Alexandre Lima

Uma vistoria mais minuciosa, deixou os agentes surpresos, quando encontraram uma pistola automática, exclusiva para uso militar e forças federais de segurança que estava com o número de série raspado, totalmente municiada e com alto poder de fogo.

O acusado recebeu voz de prisão e foi levado para uma das celas da PF na cidade de Epitaciolândia, onde seria interrogado, para em seguida ser transferido ao presídio estadual na Capital, esperando o pronunciamento da Justiça.

F. A. N. irá responder por crime de tráfico internacional de drogas, associação ao tráfico e porte ilegal de arma de fogo militar, e ser condenado a cerca de 25 anos de reclusão. As investigações ainda estão em andamento.

Comentários