Operações da Polícia Civil na fronteira detém acusados de estupro, tráfico e latrocínio

Mizael (e) e os dois menores foram flagrados com drogas no Bairro Leonardo Barbosa em Brasiléia.
Mizael (e) e os dois menores foram flagrados com drogas no Bairro Leonardo Barbosa em Brasiléia.
Alexandre Lima

Em menos de 24 horas, o delegado Sérgio Lopes, juntamente com equipes das delegacias de Brasiléia e Epitaciolândia, realizaram detenções de pessoas que estariam envolvidas em vários crimes, que vão desde tráfico, estupro de vulnerável e latrocínio.

Durante o dia e a noite da quarta-feira (31), os agentes realizaram buscas e detiveram dois homens, que não tiveram seus nomes divulgados, e conduzidos à delegacia, sob acusação de terem abusados de menores no município de Brasiléia. os acusados foram transferidos para o presídio estadual na Capital durante a manhã desta quinta-feira, dia 01.

Já durante a noite, o delegado e vários agentes, realizaram um cerco na praça do Bairro Leonardo Barbosa, onde vinham investigando um grupo que estaria envolvido com o tráfico de drogas. Três pessoas foram detidas, sendo que dois são menores de 17 anos.

Droga apreendida com o trio durante abordagem.
Droga apreendida com o trio durante abordagem.

Com os menores, foi preso Mizael de Souza Pinheiro, vulgo ‘Azul’, que já tem várias passagens pela Justiça, desde quando era menor de idade. Após abordagem no local, foi encontrado um pacote com várias ‘cabeças’ de cloridrato de cocaína que estava escondido dentro de um buraco. O trio foi conduzido à delegacia para serem ouvidos e autuados pelo crime.

Já na manhã desta quinta-feira, dia 1º de dezembro, o delegado e os agentes ficaram sabendo que um suspeito de participar de um latrocínio na Capital, estaria dentro de um ônibus rumo a fronteira com o Peru.

Diego é acusado de participar no latrocínio na Capital acreana e estava indo para a fronteira com o Peru - Foto: Alexandre Lima
Diego é acusado de participar no latrocínio na Capital acreana e estava indo para a fronteira com o Peru – Foto: Alexandre Lima

O crime teria ocorrido no dia 27 do mês de novembro, no Bairro Cidade Nova. Antonio Diego Pereira Castelo, de 22 anos, está sendo acusado de ter participado do crime, foi localizado dentro do ônibus e recebeu voz de prisão.

Na delegacia, disse que não tinha nenhum envolvimento com o crime, mas teria sofrido um atentado contra sua vida, após o grupo de criminosos desconfiar que Diego teria denunciado o grupo à Polícia.

 

Comentários