Orleir deixou um legado de ajuda humanitária que não abandonaremos, diz viúva

“É natural que as pessoas estejam tão abaladas, Orleir era muito amado”, diz.
Gina Menezes, da Agência ContilNet

A viúva do ex-governador Orleir Cameli, Beth Cameli, está desde as primeiras horas da manhã posicionada ao lado do caixão do marido, onde recebe as condolências, algumas vezes invertendo o papel e consolando aqueles mais abalados.

“É natural que as pessoas estejam tão abaladas, Orleir era muito amado”, diz.

“É natural que as pessoas estejam tão abaladas, Orleir era muito amado”, diz Beth Cameli/Foto: Ray Melo
“É natural que as pessoas estejam tão abaladas, Orleir era muito amado”, diz Beth Cameli/Foto: Ray Melo

Beth Cameli afirma que  a família Cameli dará continuidade às obras sociais feitas por Orleir e garante que o Acre perdeu um dos seus maiores líderes.

“Ele era um homem completo, como pai, irmão e como ser humano solidário que sempre foi. Ele nos deixou muitos exemplos. Muita gente preocupada e se sentindo órfão, mas o que posso dizer é que irei continuar as obras sociais de Orleir. A ajuda humanitária não faltará para aqueles que sempre esperaram uma mão estendida dele”, diz.

A viúva de Orleir, que esteve ao seu lado durante toda a doença, bem como em muitos momentos da vida dele, diz que pretende continuar honrando a memória do marido através do trabalho e ajuda ao próximo.

“Ele tinha muita vontade de viver, muita coisa para fazer e muitas pessoas para ajudar. Quero continuar tudo isso. Não vou abandonar Cruzeiro do Sul”, garante.

Comentários