Pelo menos três mil servidores da Saúde do Acre entrarão em greve; Paralisação vai atingir Huerb, HC e Upas

O Sindicato dos Trabalhadores da Saúde do Estado do Acre informou que a categoria entra em greve por tempo indeterminado a partir da próxima terça-feira, 18. Ao todo, três mil servidores cruzarão os braços. Isso representa 50% dos quadros da Saúde do Acre.

O Sintesac reivindica, entre outras coisas, a reposição linear das perdas salariais em 25,98%, incorporação das gratificações ao vencimento base dos trabalhadores, criação dos cargos de especialista de nível médio e superior e melhores condições de trabalho nas unidades de saúde, além do retorno dos servidores irregulares para o PCCR.

Em Rio Branco, a paralisação vai afetar diretamente os serviços de urgência e emergência de unidades como o Pronto Socorro, Hospital das Clínicas e Upas. “Vamos deixar 80% só na emergência. Na verdade o governo não cumpriu com nenhum dos acordos feitos nos últimos anos. Nós temos o mesmo salário de 2010. Não houve a regularização dos servidores irregulares, não foi feito o acordo coletivo do Pró-Saúde e agora diz que não tem mais previsão”, informou o Adailton Cruz, do Sintesac.

A paralisação começa com uma manifestação na próxima terça-feira na frente da Assembléia Legislativa.

Com informações do ac23horas.com

Comentários