Perpétua Almeida reforça a luta da Aleac contra ‘possível violação de direitos’ na Bolívia

O caso de brasileiros presos na Bolívia parece ser uma angústia que não tem fim. Nesse sentido, a deputada Perpétua Almeida (PCdoB) apresentou um requerimento a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (Credn) da Câmara dos Deputados, solicitando uma visita oficial aos brasileiros na Bolívia, principalmente, os que estão sobre custódia do Estado para verificar a situação.

Perpétua-Almeida

A intenção do requerimento é acompanhar de perto as ações do Itamaraty quanto aos presos brasileiros. A deputada espera que a comissão dê uma resposta efetiva para o caso e fazendo com que se cumpram os acordos internacionais.

De acordo com a parlamentar federal, a Comissão de Direitos Humanos da Aleac também propôs uma visita a Santa Cruz de La Sierra para ver a real situação dos brasileiros.

Ainda tratando das denúncias feitas pelas mulheres dos presidiários brasileiros, o Consulado brasileiro em Cobija tem sido “omisso em seu papel”. Para Edite Montes, uma das organizadoras da Comissão que esteve na Aleac, “todos os direitos estão sendo violados e o Cônsul não faz nada para resolver o problema. O Consulado brasileiro enganou as famílias. Disse que eles não iam para La Paz, mas sim para Guajará e acabaram indo para Santa Cruz de La Sierra”, frisou.

Por José Pinheiro

Comentários